SEGUINDO A ROTA DOS BARQUINHOS DE IEMANJÁ

Autores

  • Dandara Rodrigues Dorneles Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8136.99056

Palavras-chave:

Religião,

Resumo

Este ensaio fotográfico retrata o circuito de preparação e de oferecimento dos Barquinhos de Iemanjá: pequenos barcos azuis, com aproximadamente 40 centímetros de comprimento, feitos de papelão, portando adereços, flores e comidas; que são os presentes destinados ao orixá Iemanjá pelo Centro Africano Ogum e Iansã, no Rio Grande do Sul, Brasil. Os primeiros registros desse circuito foram realizados durante a preparação dos presentes no terreiro, localizado no município de Canoas – RS, e, em seguida, continuaram durante o percurso de excursão da comunidade até a praia de Santa Teresinha, em Imbé, Litoral Norte do Rio Grande do Sul, aonde os presentes em homenagem à Iemanjá vêm sendo oferecidos anualmente. As fotos mostram as etapas ritualísticas, dotadas de complexidades, potências e magnitudes, com diferentes elementos, mãos que fazem e compõem barcos, cenas e manifestações da religiosidade afro-brasileira no Sul do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dandara Rodrigues Dorneles, Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEdu/UFRGS). Possui graduação em Ciências Biológicas pela UFRGS. Participa do Grupo de Estudos Afro (GEAfro) do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Africanos da UFRGS (NEAB-UFRGS). Tem interesse principalmente nos seguintes temas: educação e relações socioambientais de povos e comunidades tradicionais; religiosidade afro-brasileira; relações étnico-raciais.

Downloads

Publicado

2020-09-01

Como Citar

Dorneles, D. R. (2020). SEGUINDO A ROTA DOS BARQUINHOS DE IEMANJÁ. Debates Do NER, 1(37), 255–269. https://doi.org/10.22456/1982-8136.99056