A CANDIDATURA DE PASTOR EVERALDO NAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DE 2014 E AS METAMORFOSES DO DISCURSO POLÍTICO EVANGÉLICO

Rafael Bruno Gonçalves

Resumo


A inserção dos evangélicos na política brasileira é cada vez mais
constante. Sobre este ponto, o artigo pretende trazer uma breve contribuição a respeito da experiência histórica da participação deste segmento religioso no campo político, a trajetória do Partido Social Cristão (PSC) e o desempenho da candidatura majoritária de Pastor Everaldo nas eleições presidenciais de 2014, através da análise discursiva dos posicionamentos do candidato durante a campanha eleitoral. Pretende-se demonstrar o surgimento de um novo perfil de
candidatura evangélica, que explora não somente um tipo de conservadorismo moral, mas também socioeconômico. Ao mesmo tempo, a candidatura de Pastor Everaldo inova no momento em que passa a representar uma nova alternativa para o eleitor evangélico, visto que o candidato se apresentou enquanto representante deste segmento religioso. Dessa forma, a candidatura do PSC poderá contribuir para uma melhor visualização do eleitor evangélico, que não esteve concentrado apenas em partidos como PT, PSDB e PSB durante o primeiro turno das eleições presidenciais de 2014. Todas as propagandas do PSC apresentadas no Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE) foram submetidas à análise do discurso.

Palavras-chave


Evangélicos; Eleições 2014; Discurso; Conservadorismo.

Texto completo:

PDF RESUMO


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8136.56484



Direitos autorais

Porto Alegre: UFRGS, IFCH, PPGAS, 1997 – Semestral - ISSN 1519-843X – ISSN 1982-8136 (eletrônico) Os conteúdos de Debates do NER estão licenciados em CC BY.