SINCRETISMO AFRO-BRASILEIRO, POLITEÍSMO E QUESTÕES AFINS

Reginaldo Prandi

Resumo


O presente artigo trata do sincretismo religioso na formação e posteriores transformações das religiões afro-brasileiras numa sociedade em que ser católico era a condição necessária para ser brasileiro. Introduz a seguir a questão do politeísmo, apresentado como característica importante das religiões africanas, e discute o favorecimento do sincretismo que o politeísmo propicia. Trata, finalmente, desses dois aspectos, sincretismo e politeísmo, nas relações entre afro-brasileiros, católicos e evangélicos.

Texto completo:

PDF Resumo


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8136.25784



Direitos autorais

Porto Alegre: UFRGS, IFCH, PPGAS, 1997 – Semestral - ISSN 1519-843X – ISSN 1982-8136 (eletrônico) Os conteúdos de Debates do NER estão licenciados em CC BY.