HISTORIA Y DESAFÍOS DE LAS LUCHAS CAMPESINAS EN CHACO (ARGENTINA)

Juan Manuel Barri

Resumo


Este artigo trata se ser um exercício de reflexão, que a partir da análise das condições materiais de produção da agricultura da região do Chaco, permita pensar as possibilidade e dificuldades que as distintas conjunturas históricas apresentam para as lutas dos campesinos e assalariados rurais. Com este objetivo examinaremos dois ciclos produtivos que representam cenários radicalmente diversos para os campesinos e pequenos produtores de algodão e, por isso para a obtenção de suas reivindicações imediatas e sua emancipação. Denominamos o primeiro ciclo como o período algodoeiro, que por décadas caracterizou a produção agrícola chaqueña. O segundo ciclo que analisamos é a conjuntura da ultima década e o avanço sustentável do capital em sua versão agronegócio sobre o território chaqueño.

Palavras-chave


Estrutura Agrária; Pequena Produção; Lutas Agrárias; Campesinos; Agronegócios.

Texto completo:

PDF (Español (España)) PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-5269.8284

ISSN Eletrônico 1982-5269 / ISSN Impresso 2236-479X Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.