As geografias do acaso cartografadas em "Outras fronteiras", de Ana Mafalda Leite

Gustavo Henrique Rückert

Resumo


Pensar o trânsito contemporâneo entre os países que compõem a Comunidade Lusófona é pensar o deslocamento entre as fronteiras erigidas no contexto colonial e que buscaram fixar identidades a partir das relações no âmbito da colonização. É o que faz Ana Mafalda Leite em Outras fronteiras: fragmentos de narrativas (2017). Tendo nascido em Portugal, a autora cresceu e iniciou seus estudos em Moçambique, de onde retornou para atualmente ocupar o posto de docente de Literaturas Africanas na Universidade de Lisboa. Apesar de ser mais reconhecida pelo público brasileiro em seu trabalho como pesquisadora e ensaísta, Ana Mafalda apresenta uma trajetória de mais de trinta anos de poesia. Outras fronteiras, publicada em 2017, é sua nona coletânea de poemas. É, porém, sua primeira obra poética publicada no Brasil.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2594-8962.94346

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Conexão Letras - Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Instituto de Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Bairro Agronomia

CEP: 91540-000

www.seer.ufrgs.br/conexaoletras

E-mail de contato: revistaconexao.letras@gmail.com