Permanência, pertencimento e desejo de docência: efeitos de sentidos de ser professor

Marcos Silva de Lima, Dóris Luzzardi Fizz

Resumo


Este estudo de caso de natureza qualitativa objetiva analisar depoimentos de professores de uma escola da rede pública estadual situada na zona sul do município de Porto Alegre (Rio Grande do Sul, Brasil) de modo a melhor compreender dilemas, dúvidas e percepções docentes acerca das relações de permanência e pertencimento por eles instituídas no espaço escolar. “Ser ou não ser professor?” constitui uma indagação recorrente entre os trabalhadores da educação, ressoando dela sentidos de mal-estar associados à sua desvalorização e reificação. Tal constatação tanto justifica quanto alavanca um trabalho de pesquisa que assume, como principal aporte teórico-metodológico, a análise de discurso francesa fundada pelo filósofo Michel Pêcheux e divulgada/consolidada em nosso país por estudiosos e grupos de pesquisa que reiteram um compromisso de interpretação dos dizeres do qual resulta o estabelecimento de uma relação menos ingênua com a linguagem. Uma tal filiação resultou, no caso desta investigação, na evidenciação de efeitos de sentidos de pertencimento articulados à relação positiva que os docentes mantêm com a docência e, ao mesmo tempo, de receio quando associam educação e dificuldades, docência e dificuldades. Isso denota tensão entre duas formações discursivas (FD) que estão em relação de embate uma com a outra assim como as duas posições de sujeito identificadas: o professor sente prazer com o trabalho que realiza, mas não nega que este trabalho não é fácil, dificuldades ocorrem. Nesse dito, está presente um não-dito segundo o qual o professor sente tanto prazer quanto desprazer, portanto, ele desliza de uma posição para outra, confirmando que as posições de sujeito são intercambiáveis e que ocorre dispersão do sujeito no texto.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2594-8962.85034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Conexão Letras - Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Instituto de Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Bairro Agronomia

CEP: 91540-000

www.seer.ufrgs.br/conexaoletras

E-mail de contato: revistaconexao.letras@gmail.com