Bakthin e a filosofi a do ato na pesquisa e no ensino: uma experiência acadêmica na Universidade Federal de Pernambuco (Brasil)

Maria Cristina Sampaio

Resumo


O tema deste ensaio foi inspirado na nossa experiência em pesquisa e ensino no Programa de Pós-Graduação em Linguística e Letras, da Universidade Federal de Pernambuco, no Nordeste do Brasil, no período entre 2007-15, aqual resultou na publicação de ensaios, artigos em revistas acadêmicas, capítulos de livros, projetos de pesquisa, dissertações e teses. Neste sentido, pretende-se analisar em que medida o estudo da obra de Bakhtin, Para uma filosofia do ato ético, escrita entre 1920-24, visto sob diversas tradições fi losófi cas (fenomenologia, ontologia, metafísica e hermenêutica), na disciplina Filosofia da Linguagem, do Programa de Pós-Graduação em Letras, propiciou um profícuo diálogo entre pesquisa e ensino, favorecendo a forma de jovens alunos de iniciação científica, mestrandos e doutorandos abordarem a subjetividade em seus próprios estudos acadêmicos e as consequências de inaugurar um novo lugar de observação ético-filosófica para a pesquisa e o ensino de línguas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2594-8962.70361

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Conexão Letras - Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Instituto de Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Bairro Agronomia

CEP: 91540-000

www.seer.ufrgs.br/conexaoletras

E-mail de contato: revistaconexao.letras@gmail.com