A herança judaica em Tatiana Salem Levy e Régine Robin

Eurídice Figueiredo

Resumo


A herança judaica tornou-se muito presente na literatura ocidental sobretudo desde os anos 1970. Escritoras como Tatiana Salem Levy e Régine Robin, não sendo religiosas, discutem em seus livros a permanência da judeidade, revelando alguns conflitos de geração, a fidelidade à religião ancestral, ou seja, o devir judeu: como cada um se coloca em relação ao passado e ao futuro, como cada um se transforma ao longo da História tendo em seu horizonte um saber e uma tradição a serem preservados. A pluralidade identitária é um dos aspectos privilegiados já que, por causa da diáspora, os judeus adquiriram múltiplas identidades, conservando a herança comum.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2594-8962.55511

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Conexão Letras - Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Instituto de Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Bairro Agronomia

CEP: 91540-000

www.seer.ufrgs.br/conexaoletras

E-mail de contato: revistaconexao.letras@gmail.com