BELTING PÓS RENT: UM ESTUDO SOBRE A EVOLUÇÃO DO CANTO DO TEATRO MUSICAL NORTE-AMERICANO

Adrielly Oissa

Resumo


Observando os relatos sobre a tragédia vocal que aconteceu no musical Rent de 1996, quando grande parte do elenco perdeu a voz, e com base nos estudos de Schutte e Miller (1992), Popeil (1999), Edwin (2007), Durham-Lozaw (2014) e Silva (2016) sobre a voz do belt, a autora propõe uma reflexão a respeito do ensino do canto do teatro musical norte-americano e as transformações sofridas na pedagogia vocal do belt ao longo dos anos. Para tal, foram analisadas duas interpretações de uma mesma canção do musical Rent, executadas pela mesma cantora em um intervalo de 10 anos, uma em 1996 e outra em 2006. Os resultados desse estudo mostram que houve significativa mudança na pedagogia vocal do canto de teatro musical norte-americano, o que proporciona aos cantores de teatro musical contemporâneo, menor risco de sofrerem com problemas vocais causados pelo uso inadequado da voz. Além disso, mostram a importância de que professores de canto e especialistas em voz cantada conheçam a fisiologia vocal na produção do belting e saibam como executar e aplicar a técnica aos seus alunos.


Palavras-chave


Belting; Canto; Teatro Musical; Técnica Vocal; Pedagogia Vocal

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.89897





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380