O PAPEL DO TEATRO NA ESCOLA PARA O DESPERTAR DA FILOSOFIA NOS ALUNOS

Aline Wendpap Nunes de Siqueira, Cibele Antônia de Souza Rodrigues, José Maria de Almeida Lara, Jucelina Ferreira de Campos

Resumo


Este artigo trata dos desdobramentos do Projeto: “Rádio e Teatro: da escrita à oralidade”, realizado com alunos do Ensino Médio em 2014, na Escola Estadual Adalgisa de Barros, em Várzea Grande/MT. Tem por objetivo trazer à cena o encontro do teatro com a filosofia ocorrido no percurso desta experiência, na medida em que ela borrou as fronteiras desses campos, permitindo aos jovens envolvidos desenvolver uma visão reflexiva e, consequentemente, uma postura crítica diante de suas realidades. Justifica-se na medida em que busca compreender e expor as possibilidades transformadoras do teatro, uma vez que ele promoveu questionamentos que abriram caminho para o encontro desses estudantes com seus anseios e dúvidas, o que possibilitou a eles transformarem, a priori, a si mesmos e a seu mundo, para, então, buscarem transformar o mundo a sua volta. Assim, tendo como base uma teatralidade filosófica, concluímos que a escola tem um papel importante no desenvolvimento das potencialidades dos educandos, desde que ela oportunize, das mais variadas formas, experiências que possibilitem isso.


Palavras-chave


Teatro; Filosofia; Teatralidade filosófica; Escola; Teatro na escola

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.74404





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380