DA ANÁLISE SISTÊMICA DO MOVIMENTO À ABORDAGEM DO GESTO EXPRESSIVO: A EXPERIÊNCIA DA TRADUÇÃO NO PROCESSO DE CRIAÇÃO DO GRUPO SARANDEIROS

Gustavo Pereira Côrtes

Resumo


Este trabalho visa desenvolver, a partir do reconhecimento teórico advindo do campo de estudos da Abordagem Sistêmica do Gesto Expressivo, um percurso analítico para trabalhos interpretativos em danças brasileiras através da tradução cênica de manifestações tradicionais culturais. Desta forma, os diálogos entre as danças do Brasil e os estudos da Teoria da Tradução poderão fornecer novas possibilidades para trabalhos interpretativos. A relação de transposição artística entre os palcos teatrais e o campo de pesquisas será designada neste trabalho como Tradução da Tradição. A tradição, neste caso, seria como um meio organizador da memória coletiva existente nas festas e danças brasileiras tradicionais, e a tradução, os processos utilizados por artistas, coreógrafos, professores e demais interessados em trabalhos de criação em danças brasileiras. A análise sistêmica do movimento à abordagem do gesto expressivo terá como norte a análise de um espetáculo e a experiência da tradução da tradição no processo de criação do Grupo Sarandeiros da Universidade Federal de Minas Gerais.


Palavras-chave


Tradução. Tradição. Danças brasileiras. Análise sistêmica do gesto expressivo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.72672





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380