ESTUDO DO GESTO EM DANÇAS DE CULTURAS POPULARES SOB UMA PERSPECTIVA SISTÊMICA

Laura Bauermann, Jair Felipe Bonatto Umann

Resumo


O presente artigo tem como proposta analisar a possibilidade de articulação dos princípios que constituem práticas de estudo do gesto expressivo com investigações no campo das danças das culturas populares. Para tanto, assumimos a perspectiva sistêmica de produção do conhecimento como o eixo que sustenta esta relação. Elaboramos a seguinte pergunta como norteadora da investigação: é possível que as ferramentas de compreensão do corpo na dança – as quais temos acesso pelos estudos que impregnam as pedagogias contemporâneas em dança – atuem numa abordagem sistêmica ao se relacionarem com o fazer da dança popular? Para desenvolver tal questão, buscamos o exercício reflexivo a partir de uma pesquisa documental com referências que trabalham com a aprendizagem de movimento no campo da dança e com o universo das danças populares brasileiras. Destacamos, entre as referências bibliográficas, as publicações de Christine Roquet (2011), Antônio Nóbrega (2013, 1995) e Graziela Rodrigues (2005). Esta pesquisa realizou-se a partir de um referencial que aborda a característica hologramática e complexa dos fazeres humanos. Com esse estudo, foi possível refletir sobre o trabalho de artistas que dialogam com gestos das danças populares, bem como fundamentar uma argumentação a fim de destacar o que significa um trabalho em dança sob uma postura sistêmica.


Palavras-chave


Dança; Cultura Popular; Abordagem Sistêmica; Gesto;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.72455





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380