CORPOS EM REDE. “O HOMEM VERMELHO” – DA PALAVRA CORPO À IMERSÃO NO VAZIO

Gabriela Lirio Gurgel Monteiro

Resumo


O artigo investiga a noção de corpo pós-humano e sua interação com a tecnociência, a partir da análise do espetáculo autobiográfico “O homem vermelho”(2012), de Marcelo Braga. O espetáculo é um relato do enfrentamento de um câncer raro – linfoma cutâneo de células T.


Palavras-chave


Corpo pós-humano; Tecnociência; Câncer.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.43677





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380