IM(V)ERSÕES CORPO AMBIENTE E A CRIAÇÃO COREO-VIDEOGRÁFICA

Ciane Fernandes

Resumo


O texto apresenta e discute a terminologia Imersão Corpo Ambiente, parte do projeto de pesquisa “Corpo, Ritmo, Imagem: A Criação Coreo-Videográfica Transcultural” (PPGAC/UFBA e CNPq, 2010-2014), e suas implicações somático-performativas, bem como sua aplicação na criação do video-dança Im(v)ersões Corpo Ambiente, de Uirá Meneses. A partir de alguns termos, como  intervenção urbana, site specific art, site functional art,  composição coreo-videográfica,  sintonia somática e  pulsão espacial, e possibilidades associativas de diferentes abordagens, como a Laban/Bartenieff Movement Analysis, o Movement Pattern Analysis (Action Profiling) e o Body-Mind Centering, o processo criativo interartístico de base somático-performativa é enfatizado como pesquisa acadêmica sensível e atual.


Palavras-chave


Abordagem Somático-Performativa. Imersão Corpo Ambiente. Integração. Vídeo-Dança.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.43000





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380