A COMPOSIÃO EM TEMPO REAL COMO ESTRATÉGIA INVENTIVA

Ana Rocha Mundim, Sandra Meyer, Suzi Weber

Resumo


A composição em tempo real em dança está ligada a noção do presente, do imediato, do imprevisto. Algumas terminologias como coreografia aberta, coreografia estruturada, improvisação dançada, coreografia instantânea parecem estar sob o mesmo envelope conceitual. Apesar de seu caráter imediato e efêmero, a composição instantânea exige dos bailarinos ou performers experiência de procedimentos, de técnicas para compor no instante. De que modo a composição em tempo real, e outras terminologias afins utilizam do suporte da memória para a criação? Como a composição em tempo real, através de diferentes pontos de vista, se relaciona com o passado, o presente e o futuro? Este artigo busca relacionar alguns destes procedimentos de composição em tempo real articulando conceitos e referenciais históricos que dão suporte para práticas de improvisação e de composição


Palavras-chave


Dança. Composição. Improvisação. Memória.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.42090





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380