Utopia e outros lugares do corpo

Andrée Martin

Resumo


Este artigo é uma reflexão livre sobre o corpo dançante, através do trabalho de pesquisa e de criação realizado dentro do Abecedário do corpo dançante. O projeto do Abecedário é apresentado na sua dinâmica relacional, enquanto o trabalho do corpo é abordado nas suas ligações com as palavras, o texto e a personalidade do bailarino, mas também na sua realidade (limite?) gravitário. Além disso, a multiplicidade e complexidade do corpo dançante são iluminadas e perspectivadas através dos conceitos deleuzianos de devir e alteridade. Após ter convocado Nancy, Louppe, Didi-Huberman, Godard, Nouss, Pouillaude, Steiner, Anzieu, Cauquelin, Desprès, Schulmann et Foucault como suportes, o artigo conclui trazendo a dimensão utópica do corpo dançante, um corpo que não existe, mas que o bailarino sente prazer em fazer existir.


Palavras-chave


Artes Cênicas; Dança;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.22787





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380