O MOVIMENTO DA SIGNIFICAÇÃO - O JOGO DO TEXTO E O JOGO DA CENA

Biange Cabral

Resumo


O movimento da significação implica o jogo do texto e da cena. Este artigo focaliza a estética da recepção e o potencial de impacto da percepção deste movimento para atores, diretores e/ou professores de teatro.

Esta investigação foi apoiada nas teorias de Jauss e Iser. Ambas permitem repensar o papel do diretor – a noção de horizonte de expectativas (Jauss, 1982, 1994) revela a natureza individual e coletiva da experiência estética e sua implicação para a diversidade do elenco e do público. A noção de vazios do texto (Iser, 1974, 1978, 1998) leva a investigar o papel do diretor nos processos de produção e recepção – ao planejar a investigação cênica e selecionar estratégias ele delimita a construção da narrativa e as possibilidades de recepção.

O jogo do texto e da cena é considerado a partir de sua ressonância com o contexto social do leitor/espectador, e com a transgressão das formas usuais de apresentação.

 

 


Palavras-chave


Recepção Teatral; Movimento da Significação; Jogo do Texto e da Cena

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.11087





REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380