A CASA E O UNIVERSO DE MARIA DUSCHENES

Warla Giany de Paiva, Elisa Abrão

Resumo


O artigo apresenta um estudo referente a trajetória da dançarina, professora, diretora e coreógrafa húngara, naturalizada brasileira, Maria Duschenes (1922-2014), partindo de algumas aproximações entre dança, memória e espaço. Duschenes atuou em São Paulo entre as décadas de 1940 e 90, tendo um importante papel na recepção, introdução e desenvolvimento das propostas labanianas no Brasil. Nesse texto destacam-se os dados coletados em entrevistas com ex-alunas(os) de Maria Duschenes, analisados no diálogo com o conceito de espaço em Rudolf Laban e Gaston Bachelard. Para isso o artigo está organizado em dois eixos. O primeiro versa sobre formação e atuação de Maria Duschenes, abordando os percursos, desvios e transformações vividos por ela no cenário nacional e internacional. Uma trajetória apresentada de forma discursiva e também imagética e metafórica por meio do desenho de um leque. O segundo eixo, versa sobre a casa-estúdio de Maria Duschenes a partir das memórias das ex-alunas(os) dela. Trata-se do lugar que se tornou ponto de partida, disparador de memórias e espaço de convergência das experiências de dança trabalhadas por Maria Duschenes. A casa-estúdio foi analisada a partir dos estudos labanianos da categoria Espaço, com destaque para os conceitos de kinesfera e escala dimensional, no diálogo com os estudos do espaço, em Bachelard, especificamente, quando tece analogias e reflexões sobre “a casa”.

 

Palavras-chaves

Maria Duschenes. Rudolf Laban. Formação e Atuação. Casa-Estúdio. Espaço.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-3254.104788

REVISTA CENA

Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas
Rua General Vitorino, 255
Centro - Porto Alegre - RS - 90020-171

  

revistacena@ufrgs.br
(51)3308.4380