ANÁLISE DO TRATAMENTO TERMINOLÓGICO DOS TEXTOS DO MUSEU DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PUCRS E SUA RELAÇÃO COM A SITUACIONALIDADE

Lucas Meireles Tcacenco

Resumo


Museus de ciência e tecnologia estimulam o gosto pela ciência no jovem. Logo, faz-se mister conduzir uma análise dos textos lá apresentados para avaliar o seu funcionamento. Em nossa análise, adotamos dois pontos de vista: a terminologia e o funcionamento textual no que diz respeito ao fator de textualidade denominado situacionalidade. Logo, utilizaremos um corpus de textos constantes nos experimentos do MCT-PUCRS. Como fundamentação teórica, nos valemos das contribuições das perspectivas textuais da Terminologia e da Linguística Textual e das ideias de Guiomar Ciapuscio. Os resultados indicam que o tipo de tratamento terminológico pode conectar-se com a promoção da situacionalidade. Ao fim, avaliamos os resultados obtidos e sugerimos pesquisas com outros gêneros textuais e com outros critérios de textualidade.

Palavras-chave


Museu de ciência e tecnologia; Situacionalidade; Perspectivas Textuais da Terminologia.

Texto completo:

PDF

Referências


BEAUGRANDE, Robert de; DRESSLER, Wolfgang. Introduction to Text Linguistics. 1a ed. London: Longman, 1981.

BORGES, Regina Maria Rabello. Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS: coletânea de textos publicados. 1. ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2013. 236p.

CIAPUSCIO, Guiomar Elena. La terminología desde el punto de vista textual: selección, tratamiento y variación. Organon, Porto Alegre, v. 12, n. 26, p. 43-65, 1998.

SILVA, Asafe Davi Cortina da. Textos de Divulgação para Leigos sobre o Transtorno do Estresse Pós-Traumático em Português: Alternativas para a Acessibilidade Textual e Terminológica. 2018. 427f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

FÁVERO, Leonor Lopes; KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. Linguística Textual: Introdução. São Paulo: Cortez, 1988. 105 p.

HALLIDAY, Michael, HASAN, Ruqaiya. Cohesion in English. London: Longman, 1976. 374 p.

HOFFMANN, Lothar. Conceitos básicos da Linguística de Linguagens Especializadas. In: FINATTO, Maria José B. (Org.); ZILIO, Leonardo (Org.). Textos e termos por Lothar Hoffmann, um convite para o estudo das linguagens técnico-científicas. Porto Alegre: Palotti, 2015. 256 p.

______. Pesquisa de linguagens especializadas. In: FINATTO, Maria José B. (Org.); ZILIO, Leonardo (Org.). Textos e termos por Lothar Hoffmann, um convite para o estudo das linguagens técnico-científicas. Porto Alegre: Palotti, 2015. 256 p.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. Introdução à linguística textual: trajetória e grandes temas. São Paulo: Contexto, 2015. 173 p.

______; TRAVAGLIA, Luiz Carlos. A coerência textual. 9. ed. São Paulo, SP: Contexto, 1999.

KRIEGER, Maria da Graça, FINATTO, Maria José Bocorny. Introdução à Terminologia: teoria & prática. 01 ed. São Paulo: Contexto, 2004. V. 01. 223 p.

KUGUEL, Ines. Variación terminológica y correferencialidad textual. Organon. Porto Alegre v.2, n. 26, p. 109-118, 1998.

LEIPNITZ, Luciane. Compostos nominais em língua alemã em medicina com tradução para o português. 2005. 132f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. 295 p.

MOTTA, Ester. Índices de Complexidade Textual em Sentenças dos Juizados Especiais Cìveis do Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul. Inventário. Salvador, v.1, n. 21, p. 35-50, 2018.

PEREIRA, Beatriz de Oliveira; VALLE, Mariana Guelero do; O discurso museológico e suas tipologias em um museu de história natural. Ciência e Educação (UNESP). v. 23, p. 835-849, 2017.

ZILIO, Leonardo. Verblexpor: Um recurso léxico com anotação de papeis semánticos para o português. 2015. 197f. Tese (Doutorado em Letras) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.




DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.92745



Direitos autorais 2019 Lucas Meireles Tcacenco

 

Indexadores: 

    

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil