Os diferentes tipos de palavra: investigação acerca da intuição de falantes de português brasileiro

Camila Witt Ulrich, Luiz Carlos da Silva Schwindt

Resumo


Neste artigo, abordamos o estatuto da palavra nos estudos linguísticos, retratando seu percurso histórico ao longo das mais diversas correntes teóricas e suas diferentes classificações nos módulos da gramática. Para debater essas questões a partir da percepção de falantes do PB, trazemos resultados de dois experimentos que envolvem tanto o conceito que os sujeitos atribuem ao termo palavra quanto a propriedades que a caracterizam (Aronoff & Fudeman, 2005), como ordem fixa, integridade, não separabilidade, acento etc. Os resultados obtidos nos experimentos sugerem que os falantes não se utilizam de um só critério, mas que fazem uso de diferentes propriedades do conhecimento linguístico, a depender do exercício em questão, para caracterizar palavra.

Palavras-chave


Palavra; Palavridade; Morfofonologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.67821



Direitos autorais 2017 Cadernos do IL

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil