AS BESTAS AINDA EXISTEM: THE MELANCHOLY DEATH OF OYSTER BOY AND OTHER STORIES (1997), DE TIM BURTON

Xênia Amaral Matos

Resumo


Na cultura medieval, os bestiários eram livros ilustrados nos quais seres fantásticos e exóticos eram descritos juntamente com animais exóticos que realmente existiam na natureza. Esses compilados influenciaram outras obras posteriores ao período medieval, tais como El libro de los seres imaginários (1967), de Jorge Luis Borges e Margarita Guerrero, e The Melancholy Death of Oyster Boy and Other Stories (1997), de Tim Burton. Nesse sentido, este trabalho é uma análise da obra The Melancholy Death of Oyster Boy and Other Stories (1997), de Tim Burton, a fim de discutir como a obra dialoga com a estética dos bestiários bem como de que maneira eles refletem o grotesco e o pós-modernismo.


Palavras-chave


BESTIÁRIOS;TIM BURTON; GROTESCO; PÓS-MODERNISMO.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.57207



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil