AUSTERLITZ:CONSTELLATION IN (RE)CONSTRUCTION

Ana Paula Cabrera, Anselmo Peres Alós

Resumo


Este artigo busca interpretar o romance Austerlitz, de Sebald, de maneira a analisar as imagens inseridas na narrativa textual, na tentativa de compreender como o autor estabelece a relação texto-imagem, ocupando um espaço de representação e até de apresentação dos fatos. O foco de análise será o vínculo temático que as fotografias utilizadas podem estabelecer com a enunciação literária. Por fim, observa-se como imagens da arquitetura, história e memória retratam a busca do personagem por si mesmo através do texto-imagem, registrando a forte ligação do autor com o Holocausto, uma relação que ultrapassa fronteiras espaciais e temporais.

 


Palavras-chave


Imagem. História. Memória.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.50844



Direitos autorais

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil