O ACENTO OSCILANTE EM PORTUGUÊS BRASILEIRO E EUROPEU

Aline de Lima Benevides

Resumo


Esta pesquisa apresenta uma análise linguística para o acento oscilante em palavras produzidas por alguns falantes nativos do português brasileiro e europeu. Para isso, diversos fatores foram investigados a partir das principais teorias sobre o acento primário. Na ausência de mecanismos explicativos para o fenômeno em estudo, buscou-se nos Modelos baseados no Uso (BYBEE, 2001; 2010) e na recente proposta para o acento primário de Cantoni (2013) bases teóricas para analisar o corpus de estudo. A partir disso, concluiu-se que diversos mecanismos influenciam o acento, tais como a frequência de uso, extensão analógica, origem etimológica, julgamentos perceptuais, sendo essa multiplicidade preponderante para o modelo adotado. Ainda, postula-se que o fenômeno consiste em variação linguística que está em curso na língua.

Palavras-chave


acento flutuante; silabada; fonologia; português

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.49920



Direitos autorais

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil