CICLOS E INICIAÇÕES - CAMINHOS DA INFÂNCIA EM "OS DA MINHA RUA", DE ONDJAKI

Pedro Eler Eiras

Resumo


A infância sempre foi um espaço de investigação para a literatura, onde, através de um processo artístico de investigação da memória, o autor reconstrói a infância, aderindo a esta uma completude e linearidade aos quais a memória não se subjuga. Em Os Da Minha Rua, do escritor angolano Ondjaki, a infância é encarada de forma diferente pelas seguintes razões: a fluência e fluidez entre a voz adulta e a voz da criança, a quebra das histórias em momentos isolados, e a aparente omissão de um amadurecimento ou transformação que caracterize-a como história de iniciação. Trata-se de uma nova maneira de encarar e descrever a infância na literatura, maneira que é analisada e estudada neste trabalho. Ao narrar histórias de sua infância em diversos contos aparentemente desconexos, mas que ao fim se unem na formação de uma noção e sensação de infância, Ondjaki apresenta um olhar para a infância diferente do que outros clássicos livros do gênero.

Palavras-chave


literatura infanto-juvenil. literatura africana. literatura lusófona. memória. ciclo de contos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.47319



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil