A BIBLIOTECA DE RODRIGO CAMBARÁ: TRANSPLANTES LITERÁRIOS EM O TEMPO E O VENTO

Marcio Miranda Alves

Resumo


A extensa lista de obras da literatura universal na trilogia O tempo e o vento, de Erico Verissimo, permite uma análise das relações entre a tradição literária nacional e o caráter imitativo da vida cultural brasileira. A partir das ideias de Schwarz (1987), procuro mostrar como a postura do personagem-leitor Rodrigo Cambará representa, no contexto do romance, a receptividade do intelectual a modelos estrangeiros, pelo qual a influência e a cópia são questões livres de questionamentos ideológicos e apropriadas como elementos de diferenciação de classe.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.42027



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil