A UTOPIA NA OBRA DE H.P. LOVECRAFT: UMA LEITURA POLÍTICA DE AT THE MOUNTAINS OF MADNESS

Daniel Dutra

Resumo


O presente artigo visa analisar a novela de horror At the Mountains of Madness (1936), de H.P. Lovecraft, sob uma perspectiva sociopolítica. Para tanto realizamos uma leitura comparativa com os ensaios políticos do autor sobre a Grande Depressão dos anos 30 – mais especificamente os textos “Some Repetitions on the Times” (1933), “A Layman Looks at the Government” (1933) e “The Journal and the New Deal” (1934). Argumentamos que ha indícios claros de que as transformações socioeconômicas provocadas pela Grande Depressão influenciaram o processo criativo de H.P. Lovecraft, levando-o a abordar temas até então nunca discutidos tanto em seus ensaios quanto em sua obra ficcional.


Palavras-chave


horror; Lovecraft; utopia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.34312



Direitos autorais

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil