A CONSTRUÇÃO CONDICIONAL HIPOTÉTICA E A MODALIDADE: UMA INTER-RELAÇÃO LÓGICA

Diana Liz Reis Bittencourt

Resumo


RESUMO: Este artigo estuda a construção condicional do tipo hipotética, analisando em dados orais de contextos comunicativos, como se apresenta a sua configuração modo-temporal; a sua relação com a expressão da modalidade; e a sua função no contexto discursivo maior. Para tanto, realizou-se: uma análise pautada na perspectiva funcionalista de Givón (2001; 2002), que buscou verificar a presença dos fatores: (i) modalidade deôntica e epistêmica; (ii) (a)temporalidade; e (iii) tempo-modo verbais das orações nesses contextos de condicionais; e uma discussão que visou analisar o papel discursivo do período hipotético nos contextos. Os resultados mostraram uma forte relação entre a construção hipotética e a modalidade, sobretudo a epistêmica, e confirmaram sua inclinação ao trabalho argumentativo.


Palavras-chave


Construção condicional; Modalidade; Funcionalismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.28128



Direitos autorais

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil