IDEOLOGIA(S) NOS MANIFESTOS A FAVOR E CONTRA O GOLPE MILITAR: OLHARES BAKHTINIANOS

Francis Lampoglia, Valdemir Miotello

Resumo


Este artigo estuda o discurso, sob a perspectiva do Círculo de Bakhtin, de manifestos contra e a favor do golpe militar de 1964. Cientes de que a eclosão e o estabelecimento desse governo tiveram apoio de setores da sociedade, confrontando-se com outros, observaremos como a ideologia e o sujeito influenciam na construção dos sentidos. Para isso, utilizaremos como recorte seis manifestos publicados em 1º e 06 de abril de 1964 nos jornais Última Hora e Jornal do Brasil. A análise preliminar dos dados indica a importância do contexto sócio-ideológico-histórico e do ponto de vista do sujeito na produção de sentidos.


Palavras-chave


Ideologia; Sujeito; Ditadura militar; Mikhail Bakhtin.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.27813



Direitos autorais

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil