PEÇA DE UM OU MAIS ATOS: A(U)TORES EM CENA

Bia Isabel Noy, Camila Alexandrini

Resumo


No presente artigo, partindo do processo criativo que é o entrecruzamento de subjetividades do leitor-espectador e do autor-ator de uma obra-peça, em busca do (re)conhecimento de si e da criação, buscamos aproximar a literatura e o teatro. Para tal, pareceu-nos importante apontar que o texto está além da página, assim como o teatro se compõe inclusive de elementos que se dispersam dos atores no palco, tais como os múltiplos sentidos que os espectadores podem conferir a uma cena. Nesse momento, ansiamos demonstrar que o processo criativo acontece no que chamamos de depois, esse lugar que foge da autoridade da letra-autoral ou da marca-cênica. O que poderia ser um problema inicialmente torna-se espaço constituinte da criação.

Palavras-chave


Teatro; Teoria da Literatura

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.26061



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil