A REALIZAÇÃO VARIÁVEL DE VIBRANTE SIMPLES EM LUGAR DE MÚLTIPLA NO PORTUGUÊS FALADO EM FLORES DA CUNHA (RS): MUDANÇAS SOCIAIS E LINGUÍSTICAS

Elisa Battisti, Luisa Bitencourt Martins

Resumo


O emprego de vibrante simples em lugar da múltipla no português brasileiro falado em Flores da Cunha (RS), traço resultante do contato com a fala dialetal italiana,foi submetido à análise de regra variável (LABOV, 1972, 1994, 2001, 2010). O emprego de vibrante simples regride na comunidade: os jovens são os que menos aplicam a regra. O estudo etnográfico (SPRADLEY, 1979) em Flores da Cunha revela que os jovens realizam práticas sociais inovadoras ao lado de práticas tradicionais. O emprego de vibrante simples em lugar da múltipla é valorado como local, embora seja relativamente desprestigiado.


Palavras-chave


ariação e mudança linguística; emprego de vibrante simples em lugar da múltipla; práticas sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.26018



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil