ÉMILE BENVENISTE, LEITOR DE SAUSSURE

Paula Ávila Nunes

Resumo


Tendo em vista que, ao longo do Curso de Linguística Geral (CLG), encontramos uma série de instruções ao linguista, sobretudo quanto ao seu papel como teórico da linguagem, o trabalho observa como Émile Benveniste, reconhecido leitor da obra saussuriana, toma para si algumas das tarefas apresentadas no CLG. Busco, na obra benvenistiana, em suas análises e em suas exposições teórico-metodológicas, reflexos da teoria saussuriana, na tentativa de responder em que medida Benveniste executa tanto aquilo que é apenas apontado no CLG, como o que ainda precisava ser feito em Linguística.


Palavras-chave


Linguística - Saussure – Benveniste - linguista

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.26004



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil