A HEROÍNA DE MIL FACES: DESVENDANDO AS PERSONAGENS MÍTICAS EM ROMOLA, DE GEORGE ELIOT

Jaqueline Bohn Donada

Resumo


Romola é, frequentemente, considerada uma exceção na obra de George Eliot. Diferentemente de seus três romances anteriores, Romola foi recebido por seus contemporâneos com insatisfação. Apesar do sucesso dos demais livros da autora, seu quarto romance permanece significativamente desconhecido. No entanto, ele é cheio de sutilezas que não se entregam facilmente à compreensão. É importante mencionar que é Romola o romance em que os interesses artísticos e sociais de Eliot se unem às vertentes do seu pensamento literário. O presente artigo investiga as diversas faces míticas da protagonista de forma a evidenciar o seu desenvolvimento na trama e o papel que a mitologia desempenha na maneira como a autora manipula as formas do romance e do realismo inglês.

Palavras-chave


Romola; Ariadne; Baco

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.25328



Direitos autorais

 

Indexadores: 

      

 

 

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil