ANTAGONISMO DE OLHARES: EMBATES NA RECEPÇÃO DE ROBERTO ZUCCO, PEÇA TEATRAL DE BERNARD-MARIE KOLTÈS

Fernanda Vieira Fernandes, Robert Ponge

Resumo


Ao criar a peça teatral Roberto Zucco, Koltès partiu de um fait divers: a imagem do assassino italiano Roberto Succo. O presente artigo debruça-se sobre a diversidade e o antagonismo de olhares que valeu à peça o fato de seu protagonista ser um matador em série. A proximidade em tempo e espaço da publicação do texto com os assassinatos cometidos por Succo rendeu a Koltès acusações de apologia ao crime. Tal recepção contrária à obra, suscitou revolta entre artistas de teatro e críticos especializados, que saíram em defesa da peça. Esse embate de opiniões leva a refletir a respeito das complexas relações entre o real e a arte (dramática ou não), as funções, os poderes e a liberdade desta.

Palavras-chave


teatro francês'; Koltès (Bernard-Marie); Roberto Zucco

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.25320



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil