Antiautobiografia e extinção: análise de alguns aspectos da estrutura narrativa de Auslöschung. Ein Zerfall

Patricia Miranda Dávalos

Resumo


“Auslöschung. Ein Zerfall” de Thomas Bernhard é o único romance do autor a simularclaramente o gênero autobiográfico, no qual, segundo fórmula de Genette,autor=narrador=personagem. Tal construção traz a possibilidade de uma narrativa com unidade ecoerência entre personagem e estilo, como o texto que segue procura demonstrar: ao colocar Muraucomo autor da obra, Bernhard obteve sucesso em construir um relato no qual a visão do personagemestá implícita a todo instante, obtendo um resultado altamente subjetivo e tendencioso. Ao mesmo tempotal opção traz um a dificuldade: apresentar a morte do narrador-protagonista – uma necessidade doromance, como será apresentado no artigo – num relato escrito em primeira pessoa.

PALAVRAS-CHAVE: Thomas Bernhard – Estrutura Narrativa – Autobiografia Ficcional


Palavras-chave


Thomas Bernhard – Estrutura Narrativa – Autobiografia Ficcional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.18769



Direitos autorais

 

Indexadores: 

   Resultado de imagem para diadorimImagem relacionada   Resultado de imagem para redib

Imagem relacionadaResultado de imagem para capes web qualisResultado de imagem para google acadêmico

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil