Leitura e negociação de sentidos: coordenadas para uma prática escolar dialógica

Adriano de Souza, Viviane de Vargas Geribone

Resumo


Este artigo aborda o tema da leitura, apresentando e discutindo a relevância de um modelo sociocognitivo de negociação de sentidos. Para tanto, analisamos a questão da leitura no documento Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com foco nas habilidades do componente Língua Portuguesa (LP), da seção Ensino Médio (EM). Utilizamos uma abordagem metodológica de cunho interpretativista e desenvolvemos alguns pressupostos teóricos implicados na noção de leitura como negociação de sentidos. Apresentamos duas premissas para negociação de sentidos em práticas de leitura, a saber, confrontação interativa e concertação participante. A análise da BNCC revelou a presença de dois tipos de habilidades, sendo um conjunto mais afeito às práticas horizontais de negociação de sentidos e outro menos alinhado a essa finalidade.


Palavras-chave


leitura; negociação de sentidos; modelo sociocognitivo; BNCC.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2016]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 13 jul. 2020.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9394, 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 13 jul. 2020.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais – 3º e 4º Ciclos do Ensino Fundamental. Língua Portuguesa. Brasília: SEF/MEC, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 13 jul, 2020.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se complementam. São Paulo: Cortez, 2009 [1992].

GEE, James. Paul. Reading as situated language: A sociocognitive perspective. In: ALVERMANN, Donna; UNRAU, Norman; SAILORS, Misty & RUDDELL, Robert (Eds.) Theoretical models and processes of literacy. 7th Ed. New York: Routledge, 2019. p. 105-117.

KLEIMAN, Angela. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. Campinas, SP: Pontes, 2013 [1989].

LAVE, Jean; WENGER, Etienne. Situated learning: legitimate peripheral participation. New York: Cambridge, 1991.

LAVE, Jean. Aprendizagem como/na prática. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, n. 44, p. 37- 47; jul-dez, 2015.

MOITA LOPES, Luiz Paulo. Pesquisa Interpretativista em Lingüística Aplicada: a linguagem como condição e solução. In: DELTA, Vol 10, nº2, p. 329-338, 1994.

RUDDELL, Robert; UNRAU, Norman; McCORMICK, Sandra. A sociocognitive model of meaning-construction: the reader, the teacher, the text and the classroom context. In: ALVERMANN, Donna; UNRAU, Norman; SAILORS, Misty & RUDDELL, Robert. (Eds.) Theoretical models and processes of literacy. 7th Ed. New York: Routledge, 2019. p. 204-232.

UNRAU, Norman; ALVERMANN, Donna; SAILORS, Misty. Literacies and their investigation through theories and models. In: ALVERMANN, Donna. et al. (Eds.) Theoretical models and processes of literacy. 7th Ed. New York: Routledge, 2019. p. 3-34.

VIGOTSKI, Lev Semenovich. A formação social da mente. Trad.: José Cipolla Neto; Luís Silveira Menna Barreto; Solange Castro Afeche. 7 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

VOLÓCHINOV, Valentin. Marxismo e Filosofia da Linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Trad.: Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017 [1929].




DOI: https://doi.org/10.22456/2236-6385.103000



Direitos autorais 2020 Adriano de Souza, Viviane de Vargas Geribone

 

Indexadores: 

      

 

     

 

E-ISSN 2236-6385 (versão eletrônica)

 

Contato: cadernosdoil@ufrgs.br

 

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Programa de Pós-Graduação em Letras

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus Vale

CEP 91501-970

Porto Alegre/RS, Brasil

 

Bolsista (vigência 2020):

Candice Batista de Fraga