Passe livre, de Marina Tsvetáieva

André Bacciotti Nogueira

Resumo


Tradução de Passe livre [Вольный проезд], de Marina Tsvetáieva, do russo acompanhada de apresentação e notas. Com base em seus diários de setembro de 1918, Tsvetáieva narra em Passe livre sua viagem à província de Tambóv em busca de conseguir alimento trocando bens com os camponeses locais, sua estadia no ponto de requisição e convivência com fiscais e soldados do destacamento alimentar, os abusos de que eram vítimas os camponeses, a desconfiança deles para com a gente da cidade e revolta contra as ações do Exército no confisco de seus bens. Tsvetáieva testemunhou o comércio ilegal no meio de trabalhadores rurais e dos caixeiros-viajantes, que faziam a ponte entre campo e cidade, o caos das multidões e mercadorias nas linhas de trem, e sobretudo a ilegalidade e corrupção dentro da própria estrutura estatal-militar responsável por organizar a recolha e distribuição de alimentos no tempo da fome durante a Guerra Civil. Experimentou humilhações, mas também paixões, nesta sua aventura na província, de que deixou um vivo relato, único na literatura russa do período, aqui pela primeira vez apresentado em português.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Cadernos de Tradução