Um projeto de tradução voluntária de materiais informativos relacionados à COVID-19

Monique Pfau, Lucielen Porfírio, Daniel B. O. Vasconcelos

Resumo


O projeto surge no momento em que a sociedade vive a pandemia de coronavírus e o isolamento social. O objetivo é contribuir com a disseminação do conhecimento da pesquisa relacionada à COVID-19 através da formação de tradutores/as no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Letras (NUPEL). Deste modo, professores/as e estudantes dos cursos de Letras da Universidade Federal da Bahia traduziram voluntariamente artigos científicos, resumos e informativos relacionados à COVID-19 com o propósito de auxiliar na divulgação nacional e internacional desse material. O intuito principal do projeto foi que tais pesquisas atinjam um maior número de pessoas e, possivelmente, promovam mais informação e mais formas de combater o vírus e (re)organizar a vida social. O projeto trabalhou pelo viés da tradução pedagógica, ou seja, a formação de tradutores/as através de demandas reais (KIRALY, 2005), discussões teóricas, feedback e reuniões de formação. Neste artigo, em particular, o objetivo está em relatar a experiência com as traduções realizadas de forma colaborativa: os/as tradutores/as em formação realizaram os trabalhos em duplas com orientação supervisionada dos/das professores/as de Letras. O trabalho de orientação concentrou-se na conscientização de texto e discurso sob uma perspectiva funcionalista (NORD, 2016): função textual, elementos linguísticos e estéticos além de normatizações, tratamento de citações e referências, questões retóricas, trocas de experiências, gerenciamento de tempo etc. Abordamos neste artigo a evolução do trabalho vivido por professores/as e tradutores/as em formação durante a realização do projeto que contemplou institutos de pesquisa e de saúde brasileiros: universidades públicas e privadas, hospitais e órgãos governamentais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Cadernos de Tradução