A REPRESENTAÇÃO DO NEGRO NA LITERATURA OITOCENTISTA BRASILEIRA À LUZ DO PÓS-COLONIALISMO

Juliana Fillies Testa Muñoz

Resumo


Abstract: The colonization of the American Continent had innumerous consequences to the development of the global capitalist system we have today. The racial ranking/classification was one of them. During the colonial period, the Whites established themselves as the model of culture and civilization, while different cultures were rejected. In order to legitimize the colonization and the slavery system, the colonizer fabricated the image of the Indian and the Negro as inferior. According to the postcolonial theory, the literary productions were an important ally in the construction process of the Other. Starting from this proposition, we intend, with this paper, to present and analyze the representations of the Negro in the Brazilian literature of the nineteenth century.

 

Keywords: Racial stereotypes; Brazilian Literature of the nineteenth century; Postcolonial theory.        

 

Resumo: A colonização do continente americano teve inúmeras consequências para o desenvolvimento do atual sistema capitalista global. A hierarquização racial foi uma delas. Durante o período colonial, o branco se firmou como exemplo de cultura e civilização enquanto culturas divergentes foram rechaçadas. A fim de legitimar a colonização e o sistema escravagista, o colonizador fabricou a imagem do índio e do negro como inferior. Segundo a teoria pós-colonial, as produções literárias foram uma importante aliada no processo de construção do Outro. Partindo dessa premissa, o presente artigo propõe-se expor e analisar as representações do negro na literatura brasileira do século XIX.

 

Palavras-chave: Estereótipos raciais; Literatura brasileira do século XIX; Teoria pós-colonial.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.