PROCESSO CRIATIVO EM INFERNO PROVISÓRIO, DE LUIZ RUFFATO

Juracy Assmann Saraiva, Ernani Mügge

Resumo


RESUMO: Este artigo apresenta pressupostos que fundamentam a concepção de literatura contemporânea e, a partir deles, reflete sobre o fazer artístico do autor cataguasense, Luiz Ruffato. A análise de duas narrativas, publicadas em Inferno Provisório, permite comprovar suas características inovadoras, que se expressam no recorte temático e no tratamento da linguagem. Conclui-se que, embora remetam a uma sociedade espacial e temporalmente situada, os textos não estabelecem uma relação de consonância com o universo empírico, visto que a representação ficcional privilegia o processo criativo, que traz à luz elementos obscuros do presente, por meio de uma linguagem ousada. Neste sentido, a obra de Ruffato é classificada como contemporânea, recorte que não limita sua recepção à atualidade, devido a seus méritos estéticos.


Palavras-chave: Literatura contemporânea; Luiz Ruffato; Processo criativo; Inferno provisório.


ABSTRACT: This article presents assumptions that support the conception of contemporary literature and, based on them, reflects on the artistic work of the author cataguasense, Luiz Ruffato. The analysis of two narratives, published in Inferno Provisório, allows the verification of its innovative characteristics, which are expressed in thematic pieces and in the conduct of language. It is concluded that, although they refer to a spatial and temporally situated society, the texts do not establish a relation of consonance with the empirical universe, since the fictional representation privileges the creative process, that brings to light obscure elements of the present, through a bold language. In this sense, the work of Ruffato allows to classify it as contemporary, which does not limit its reception to the present, due to its aesthetic merits.


Keywords: Contemporary Literature; Luiz Ruffato; Creative process; Inferno provisório.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.