MODERNA E MINEIRA: A BELO HORIZONTE DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE NOS ANOS 1920

Benjamin Burt, Renato Kleibson da Silva

Resumo


RESUMO: Este artigo debate a relação entre tradição e modernidade na poesia de Carlos Drummond de Andrade [1904-1987] sob a ótica das transformações urbanísticas e comportamentais de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, ao longo da década de 1920. Para tanto, consideramos o desenvolvimento de Belo Horizonte, o lugar de Drummond na Minas Gerais moderna e modernista, e as ressonâncias de ambas as histórias em seu primeiro livro – Alguma Poesia (1930). Além disso, questionamos como seu envolvimento com o modernismo se relaciona com questões sobre capitalismo, positivismo e modernização relevantes para Belo Horizonte e o Brasil durante a década que culminou com a Revolução de 1930.

PALAVRAS-CHAVES: Capitalismo; Drummond; Modernismo; Modernização; Poesia.

 

ABSTRACT: This article debates the relationship between tradition and modernity in the poetry of Carlos Drummond de Andrade [1904-1987] through the lens of the urbanistic and compartmental transformations of Belo Horizonte, capital of Minas Gerais, during the 1920s. To this end, we consider Belo Horizonte’s development, Drummond’s place in modern and modernist Minas Gerais, and the resonances of both histories in his first book – Alguma Poesia [1930]. Further, we interrogate how his engagement with modernism relates to questions about capitalism, positivism, and modernization relevant to Belo Horizonte and Brazil during the decade that culminated with the Revolution of 1930.

KEYWORDS: Capitalism; Drummond; Modernism; Modernization; Poetry.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.