Inovação e Combate à Pobreza no Semiárido

Sued Wilma Caldas Melo, Luiz Guilherme de Oliveira, Reinaldo José de Miranda Filho, Sílvia Regina Starling Assad, Eric Thompson Lassmann, Lorrana da Cruz Pires, Carlos Vinícius Gomes Araújo

Resumo


A partir da premissa de que a inovação não se restringe à alta tecnologia ou a um intenso grau de pesquisa e desenvolvimento, sendo muito relevante no contexto da agricultura familiar, o objetivo deste trabalho foi caracterizar a dinâmica da inovação dos agricultores familiares no semiárido brasileiro e investigar seu potencial indutor do desenvolvimento e mitigador da pobreza. A metodologia compreendeu a aplicação de questionários estruturados a 810 famílias de agricultores nos estados da Paraíba e Rio Grande do Norte nos meses de junho a agosto de 2018. Os dados apontam dinâmicas de inovação semelhantes nos dois estados: um número reduzido de famílias que inovam, a introdução de novas formas de plantar como a principal inovação e o Estado como o agente indutor determinante do processo inovativo. As conclusões indicam o potencial da inovação na agricultura familiar e a relevância de ações indutoras dos processos inovativos como os investimentos em assistência técnica e extensão rural.


Palavras-chave


Inovação; Pobreza; Semiárido

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address:Rua Uruguai nº 35 sala 426, Centro

CEP: 90010-140 

Porto Alegre - RS - Brasil

Telefone / Phone: 55 51 3019-8190 

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br