MODO DE VIDA E TERRITORIALIDADES NA COMUNIDADE PESQUEIRA DE ACHADA PONTA - SANTA CRUZ (CABO VERDE)

Henrique da Luz Silva Monteiro, Christian Nunes da Silva, Cristiano Quaresma de Paula

Resumo


O presente artigo tem por finalidade analisar o modo de vida da comunidade pesqueira de Achada Ponta, em Cabo Verde. O seu território é fruto da interação entre o território terrestre e aquático. O modo de vida demonstra uma série de características que singularizam os povos tradicionais, marcadas pelas técnicas e culturas parecidas, e o ambiente, aparentemente homogêneo, necessita de infraestruturas e equipamentos capazes de adaptar o Homem ao meio. O modo de vida dessa comunidade surgiu a partir da sua relação com o ambiente, e com a presença de fatores externos. Para a compreensão das territorialidades foram realizadas entrevistas e coletadas informações por meio da aplicação da chamada cartografia social participativa além de outras referências oriundas de trabalhos acadêmicos que utilizaram os conceitos de modo de vida e territorialidade como subsidio principal. Os resultados indicam que temos na área de estudo distintos modos de vida e territorialidades, e que eles têm na base da sua formação fatores diversos.


Palavras-chave


Território. Territorialidade. Modo de Vida. Pescadores e Pesca. Achada Ponta.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address: Lobo da Costa, 147 - 90050110

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br