Ação Antropogênica Enquanto Processo Geomorfológico – algumas reflexões

Tassia Farencena Pereira, Angelita Tomazetti Scalamato, Medianeira dos Santos Garcia, Bernado Sayão Penna e Souza, Roberta Brenner Ochulacki

Resumo


O estudo da Geomorfologia possibilita que o sujeito entenda a alteração da paisagem, pois, sendo essa uma ciência integradora, permite uma visão sistêmica da ordenação ambiental, a qual é reflexo da estrutura social. O presente artigo tem, como objetivo, discutir acerca das alterações da paisagem no período conhecido como Quinário ou Tecnogênico, contemplando, também, a percepção do sujeito numa perspectiva sistêmica, uma vez que o homem, nesse período, configura-se como um importante agente influenciador dos processos geomórficos. No artigo, são abordados temas como a alteração da paisagem pelo homem a partir da modernização dos meios tecnológicos e a perspectiva sistêmica da paisagem como um conjunto de elementos inter-relacionados do qual o ser humano participa, em que suas ações são reflexos da percepção que ele tem acerca do ambiente. Dessa forma, a Geomorfologia aplicada auxilia a compreensão da organização social. Todavia, a falta de conhecimento científico, por parte da população, contribui para ações que causam o desequilíbrio ambiental.


Palavras-chave


Geomorfologia. Percepção. Visão sistêmica. Tecnógeno.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address:Rua Uruguai nº 35 sala 426, Centro

CEP: 90010-140 

Porto Alegre - RS - Brasil

Telefone / Phone: 55 51 3019-8190 

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br