A vulnerabilidade das mulheres nos municípios da Aglomeração Urbana do Sul (AUSUL) no estado do Rio Grande do Sul

Susana Maria VELEDA DA SILVA, Marília CARDOSO LOPES, Andressa Cristiane COLVARA ALMEIDA

Resumo


O artigo aborda a vulnerabilidade das mulheres que vivem nos municípios que compõem a Aglomeração Urbana do Sul (AUSUL), localizada no estado do Rio Grande do Sul, a partir de variáveis operacionais como a gravidez na adolescência, a chefia familiar com filho menor de 15 anos e a escolaridade. Dados sobre pobreza, renda, IDHM e fecundidade, disponibilizados pelo Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil, foram incluídos para contextualizar o estudo, que tem como principal objetivo analisar a situação das mulheres como um indicador de vulnerabilidade individual nesses municípios. Inferimos que as mães chefes de família com filhos menores de 15 anos representavam e ainda representam um grupo vulnerável, principalmente, porque grande parte destas apresenta baixa escolaridade, condição que pode ter consequências na renda familiar e, portanto, no IDHM.

 


Palavras-chave


Gênero; Vulnerabilidade; Gravidez; Adolescência; AUSUL; IDHM.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address:Rua Uruguai nº 35 sala 426, Centro

CEP: 90010-140 

Porto Alegre - RS - Brasil

Telefone / Phone: 55 51 3019-8190 

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br