O relevo brasileiro nos livros didáticos, uma questão a ser repensada

Alexsandra FACHINELLO, Luciane Aparecida CÂNDIDO, Maíra Suertegaray ROSSATO

Resumo


O presente trabalho inspira-se nas dificuldades evidenciadas no atual contexto educacional, onde os livros didáticos disponibilizados aos alunos apresentam, na sua grande maioria, graves problemas conceituais, além de abordarem as temáticas de forma extremamente tradicional, o que pode tornar difícil a assimilação dos conteúdos pelos leitores. No que tange à Geografia estas características não diferem. Os temas geográficos são tratados de forma clássica, sem preocupação com inovações, principalmente no campo conceitual. Esta constatação remete a sérios questionamentos sobre o ensino da Geografia que agravam-se, considerando as necessidades e deficiências no setor educacional brasileiro.

Com base nesta reflexão, foi proposto pelo professor regente da disciplina Geografia do Brasil I, um estudo sobre a abordagem dos principais elementos da paisagem (clima, relevo, hidrografia e vegetação) no contexto brasileiro, em livros didáticos e paradidáticos do ensino fundamental e médio.

Este trabalho, especificamente, tem o objetivo de analisar as diferentes abordagens do relevo brasileiro nos referidos livros, buscando identificar as bases conceituais trabalhadas pelos autores.


Palavras-chave


Relevo brasileiro, livros didáticos, questão repensada

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address: Lobo da Costa, 147 - 90050110

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br