Johann Moritz Rugendas: entre a pintura de paisagem e a construção de tipologias tropicais

Antonio Carlos VITTE, Vonei Ricardo CENE

Resumo


Este artigo pretende demonstrar como a partir do intercruzamento entre ossaberes advindos da iconografia e da pintura de paisagens, fortemente influenciados por Alexander von Humboldt e pela filosofia estética, Johann Moritz Rugendas construiu uma concepção de paisagem e de tipologias devida no mundo tropical, a partir de seu trabalho como ilustrador da expedição científica de Langsdorff (1821-1929) ao Brasil. Como metodologia de trabalho,utilizamos uma associação entre o contextualismo histórico e a hermenêutica. As representações pictóricas da paisagem brasileira realizadas por Rugendas através de sua concepção de natureza e de tipologias sociais contribuíram para formar uma representação simbólica do Brasil como paísem fase de formação e com uma identidade social que estava sendo simbolicamente construída pela elite política.

Palavras-chave


Rugendas; Cartografia; Iconografia; Paisagem; Tipologias; Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.