Rádio 88.1 - Restinga FM: a radiofusão comunitária como movimento social

Nola Patrícia GAMALHO, Álvaro Luiz HEIDRICH

Resumo


O presente artigo discute algumas situações vivenciadas na sociedade atual e espacializadas noBairro Restinga. Parte do desenvolvimento desigual do solo urbano, para a compreensão dasdinâmicas de segregação sócio-espacial e os processos de alienação do cidadão no quecorresponde a sua mutação para consumidor e espectador dos fatos. A partir desta estrutura, temsea formação de uma multiplicidade de referenciais na constituição da identidade do morador,sendo fator unificador, sua posição marginal, ou seja, o território. Os laços territoriaisdesenvolvidos entre morador e bairro formam o substrato para a constituição da radiodifusão comunitária na formação de um espaço público democrático. Tem-se então o contraponto amídia hegemônica, assim como a critica a mesma.

Palavras-chave


Segregação sócio-espacial; Território; Identidade Territorial; Poder; Mídia; Radiodifusão comunitária

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address:Rua Uruguai nº 35 sala 426, Centro

CEP: 90010-140 

Porto Alegre - RS - Brasil

Telefone / Phone: 55 51 3019-8190 

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br