Geografia: a hora e a vez do pensamento libertário

Marcelo Lopes de SOUZA

Resumo


Concedi à revista capixaba GEOGRAFARES, há alguns anos, uma entrevista que saiu publicada, por sugestão minha, sob o título “A hora e a vez do pensamento libertário na Geografia”. Apesar de a referida entrevista padecer de uma excessiva abundância de detalhes, decidi aproveitar, aqui, o seu título, meramente invertendo a ordem das palavras-chave: não apenas por achá-lo apropriado, mas também porque contrabandeei, das minhas respostas na ocasião, uma ou outra ideia que ali foi exposta e que merece ser retomada.

O texto que vem a seguir é uma “análise de conjuntura”, referente ao momento atualmente vivido pela Geografia no Brasil e no mundo e às oportunidades por ele oferecidas a todos aqueles que se identificam com o pensamento libertário. Essa “análise de conjuntura”, todavia, demanda uma contextualização histórica. Tentei proceder também a ela, ainda que de forma muito concisa. Por razão de facilidade para o desenvolvimento do raciocínio e, igualmente, de leitura, os argumentos se encontram apresentados sob a forma de parágrafos numerados; estes foram, também visando à conveniência de exposição e leitura, agrupados em seções.


Palavras-chave


Geografia; pensamento libertário

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


O BGG é uma publicação da Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre

Endereço / Address: Lobo da Costa, 147 - 90050110

Contato/mail to: boletimgauchodegeografia@ufrgs.br