DISCRIMINAÇÃO SOCIAL E DESIGUALDADE ESCOLAR NA HISTÓRIA POLÍTICA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA (1822-2016): ALGUNS APONTAMENTOS

Cynthia Greive Veiga (Brasil)

Resumo


Este artigo problematiza, numa longa duração histórica, a discriminação social e desigualdade escolar presente na história política da educação brasileira. O principal objetivo é demonstrar os movimentos cíclicos das conquistas educacionais associados aos golpes políticos de sua subtração, de modo a melhor subsidiar os debates educacionais atuais, no contexto de imposição de governo por golpe parlamentar e recrudescimento do conservadorismo político-social. O estudo, ainda que sucinto, foi realizado por meio da investigação de diferentes fontes documentais, tais como legislação, relatórios e ofícios de governo, jornais e censos estatísticos, acrescido do diálogo com historiadores e historiadores da educação.


Palavras-chave


escolarização, desigualdade escolar, discriminação social

Texto completo:

PDF

Referências


ARBEX, Daniela. O Holocausto Brasileiro. Vida, Genocídio e 60 Mil Mortes no Maior Hospício do Brasil. São Paulo: Geração,2013

BONFIM, Manoel. O Brasil na América: caracterização da formação brasileira. Rio de Janeiro: Topbooks, 1997

BUFFA, Ester. Ideologias em conflito: escola pública e escola privada. São Paulo: Cortez & Moraes,1979

CARVALHO, José Murilo de. Entre pontos e bordados: escritos de história e política. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação e direito à educação no Brasil: um histórico pelas constituições. Belo Horizonte: Mazza, 2014.

FAVERO, Osmar (org.). A educação nas constituintes brasileiras (1823-1988). São Paulo: Autores Associados, 2005.

FREITAS, Marcos Cezar de e BICCAS, Maurilane de Souza. História social da educação (1926-1996). São Paulo: Cortez, 2009

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e Trabalho: bases para debater a Educação Profissional Emancipadora. PERSPECTIVA, Florianópolis, v.19, n.1, p.71-87, jan./jun. 2001

GELLNER, Ernest. Naciones y nacionalismo. Buenos Aires: Alianza Editorial, 1991.

HOBBSBAWN, Eric. A era do capital (1848-1875). São Paulo: Paz e Terra, 2010.

HORTA, José Silvério Baia. O hino, o sermão, e a ordem do dia: a educação no Brasil (1930-1945). Rio de Janeiro: UFRJ,1994.

LESSA, Renato. As cidades e as oligarquias do antiurbanismo da elite política da Primeira República brasileira. Revista USP/Coordenadoria de Comunicação Social, Universidade de São Paulo. N. 17 (set./out./nov. 2003). São Paulo: USP, 2003, páginas 86-95. 2003

LUCCA, de. Tânia Regina. A Revista do Brasil: um diagnóstico para a (N) ação. São Paulo: Unesp, 1999.

NOFUENTES, Vanessa. Um desafio da nação: a campanha da Liga Brasileira contra o Analfabetismo (1915-1922). Pontificia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Tese de doutorado), 2009.

POLANYI, Karl. A grande transformação. As origens de nossa época. Rio de Janeiro: Compus, 2000.

RENAN, Ernest. Documento histórico: O que é uma nação. Revista Aulas. Dossiê Subjetividades. UNICAMP, DH- IFCH, 02, 2006

ROCHA, Marlos Bessa Mendes da. Educação conformada: a política pública de educação no Brasil (1930-1945). Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2000.

______ Matrizes da modernidade republicana: cultura política e pensamento educacional no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2004. SABATO, Hilda. 2009

SAVIANNI, Demerval. Educação Brasileira: estrutura e sistema. Rio de Janeiro: Saraiva,1978

VEIGA, Cynthia Greive. História Política e história da educação. In VEIGA, Cynthia Greive e FONSECA, Thais Nivia de Lima e (orgs.) História e historiografia da educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

______ História da Educação. São Paulo: Atica, 2007.

______ Obrigatoriedade escolar em Minas Gerais no século XIX: coerção externa e autocoerção. In VIDAL, Diana Gonçalves; SÁ, Elizabeth Figueiredo de e SILVA, Vera Lucia Gaspar dai (orgs.). Obrigatoriedade escolar no Brasil. Cuiabá: EdUFMT, 2013.

_______ “Promiscuidade de cores e classes”: tensões decorrentes da presença de crianças negras na história da escola pública brasileira. In FONSECA, Marcus Vinicius e POMBO, Surya Aaronovich (orgs.), A história da educação dos negros no Brasil. Rio de Janeiro: UFF, 2016,

_______ Trabalho infantil e escolarização: questões internacionais e o debate nacional (1890-1944). Revista Brasileira de História da Educação, vol 43, 2016a

VERÍSSIMO, José. A Educação Nacional. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1985.

VISCARDI, Claudia Maria Ribeiro. Minas de dentro para fora no contexto da Primeira República. LOCUS: revista de história. Juiz de Fora: Núcleo de História Regional / Editora UFJF, 1999, v. 5, n. 2, páginas 89-100.

Fontes documentais

Acervo Center for Research Libraries (Brazilian Government Documents) http://www.crl.edu/catalog/index.htm

Fala dirigida à assembléia Legislativa Provincial de Minas Gerais na seção ordinária do ano de 1840 pelo presidente da Província, Bernardo Jacintho da Veiga. Ouro Preto, Typografia do Carmo de Minas, 1840

Relatório que ao Exm. Sr. Antonio Teixeira de Souza Magalhães apresentou ao EXM. Sr. desembargador Francisco de Faria Lemos, ao passar-lhe a administração da mesma provincia em 01 de janeiro de 1887. Ouro Preto: Typ. De J. F. de Paula Castro, 1887.

Livros

ANNAES. Annaes do Congresso Constituinte do Estado de Minas Geraes, 1891. Ouro Preto: Imprensa Oficial, 1896

ALMEIDA, Manoel de “A realidade brasileira do menor” – Discurso pronunciado na sessão de 08/04/1976. Brasília, Câmara dos Deputados, 1976. manoeljosedealmeida.blogspot.com.br acessado em 15/09/2016.

BARRETO, Tobias. Um discurso em mangas de camisa. Rio de Janeiro: Livraria São José, 1970.

CARDOSO, Licínio. O ensino que nos convém. Rio de Janeiro: Anuário do Brasil, 1926.

LIVRO DO CENTENARIO da Câmara dos Deputados (1826-1926). Rio de Janeiro: Empresa Brasil Editora Limitada,1926.

SALES, Campos. Da Propaganda à Presidência. São Paulo: Typografia A editora, 1908.

SILVA, Jose Bonifácio de e, 1763-1838. Projetos para o Brasil/organização Miriam Dolhnikoff. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

TENDÊNCIAS demográficas. Uma análise da população com base nos resultados dos censos Demográficos 1940 e 2000. Rio de Janeiro: IBGE, 2007

Jornais: Hemeroteca Digital Biblioteca Nacional http://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/

Jornais

Folha de São Paulo 19/10/1974; 22/10/1976

Jornal do Brasil 4/10/1975; 8/01/1976; 15/11/1977

Sites do governo

Senado Federal, Comissão Parlamentar de Inquérito. Resolução n. 48/75. CPI do Mobral, tomo II, Brasília, 1976. www.senado.gov.br acessado em 15/09/ 2016.

Constituições:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao34.htm

Emendas à constituição de 1988:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/quadroemc.htm

IBGE

www.ibge.gov.br


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



 

 

====================================================================


REVISTA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO / HISTORY EDUCATION JOURNAL

QUALIS/CAPES 2016: Educação - A1 / Ensino - A1 / História - A2 / Interdisciplinar - A2 / Direito - A2 / Linguística e Literatura - B1 / Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo - B1

ISSN online: 2236-3459

E-mail: rhe.asphe@gmail.com

 

REDES SOCIAIS / SOCIAL NETWORKS

 

                   




INDEXADORES / INDEXERS

 

                  

 

 

 

              

 

 

                    

 

 

 

 

                  

 

 

                       

 

 

                    

 

 

                              

 

 

                    

 

 

                     

 

 

 

PATROCINADORES E APOIADORES / SPONSORS AND SUPPORTERS

 

                            

 

 

              

 

 

 

AGÊNCIAS DE FOMENTO / DEVELOPMENT AGENCIES