Viagem educacional ao Uruguai em 1913: impressões dos professores rio-grandenses acerca das escolas de Montevidéo - Educational mission to Uruguay in 1913: the impressions of teachers from the state of Rio Grande do Sul about schools in Montevideo

Caroline Braga Michel, Eduardo Arriada, Brasil

Resumo


O presente artigo analisa as impressões do grupo de professores rio-grandenses que viajou, designado pelas autoridades gaúchas, ao Uruguai no ano de 1913 com o objetivo de conhecer o sistema educacional uruguaio para qualificar o ensino gaúcho. Esses educadores registraram suas impressões e observações acerca das visitas realizadas nas instituições de ensino uruguaias em um Relatório Oficial, composto por cinco partes. A análise, de cunho documental, evidenciou, a partir desse registro, que havia similaridades entre os dois contextos educacionais e ainda, por um lado certa idealização da comissão rio-grandense ao modelo uruguaio e, por outro, a constatação de excelência do método João de Deus utilizado no Rio Grande do Sul.

Palavras-chave: missão educacional; Rio Grande do Sul; Uruguai.

 

EDUCATIONAL MISSION TO URUGUAY IN 1913: THE IMPRESSIONS OF TEACHERS FROM THE STATE OF RIO GRANDE DO SUL ABOUT SCHOOLS IN MONTEVIDEO

Abstract

This study aims at discussing the impressions of the group of Brazilian teachers from the State of Rio Grande do Sul who traveled to Uruguay, as designated by the RS authorities, in 1913, to know the Uruguayan educational system in order to qualify the education in RS. These educators recorded their impressions and observations about the visits in the Uruguayan educational institutions in a White Paper, composed of five parts. The analysis of such record, primarily on documentary evidence, showed that there were similarities between the two educational contexts. Thus, a certain idealization by the Brazilian commission with regard to the Uruguayan model was found together with the excellence of the João de Deus  method used in RS.

Key-words: educational Mission, State of Rio Grande do Sul, Uruguay.

 

VIAJE EDUCACIONAL A URUGUAY EN 1913: IMPRESIONES DE LOS PROFESORES RÍO-GRANDENSES ACERCA DE LAS ESCUELAS DE MONTEVIDEO

Resumen

El presente artículo analiza las impresiones del grupo de profesores río-grandenses que viajó, designado por las autoridades gauchas, a Uruguay en el año de 1913 con el objetivo de conocer el sistema educacional uruguayo para cualificar la enseñanza gaucha. Eses educadores registraron sus impresiones y observaciones acerca de las visitas realizadas en las instituciones de enseñanza uruguayas en un Informe Oficial, compuesto por cinco partes. El análisis, de cuño documental, evidenció, a partir de ese registro, que había similitudes entre los dos contextos educacionales y aún, por un lado, cierta idealización de la comisión río-grandense al modelo uruguayo y, por otro, la constatación de excelencia del método João de Deus utilizado en Río Grande del Sur.

Palabras-clave: misión educacional, Rio Grande del Sur, Uruguay.

 

VOYAGE EDUCATIONNEL EN URUGUAY EM 1913: IMPRESSIONS DES PROFESSEURS RIO-GRANDENSES A PROPOS DES ECOLES DE MONTEVIDEO

Résumé

Cet article analyse les impressions du groupe de professeurs rio-grandenses qui a voyagé, designé par les autorités de l’état, en Uruguay en 1913 qui avait pour but connître le système éducationnel uruguayen pour qualifier l’enseignement gaúcho. Ces enseignants ont enregistré leurs impressions et leurs observations à propos des visitations realisées aux institutions d’enseignement uruguayennes dans un Rapport Officiel composé de cinq parties. L’analyse de fond documentaire a remarqué, à partir de cet enregistrement, qu’il y avait des similitudes entre ces deux contextes d’éducation et encore d’un côté une certaine idéalisation de cette comission en relation au modèle uruguayen et d’un autre la constatation de l’excelence de la méthode João de Deus utilisée dans le Rio Grande do Sul.

Mots-clé: voyage educationnel, Rio Grande do Sul, Uruguay.


Palavras-chave


Missão educacional; Rio Grande do Sul; Uruguai.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Orestes. Historia de la escuela uruguaya. Montevideo: El Siglo Ilustrado, 1911.

BRALICH, Jorge. Breve historia de la educación en el Uruguay. Montevideo: Nuevo Mundo, 1987.

CAETANO, Gerardo. Lo privado desde lo público: ciudadanía, nación y vida privada en el Centenario. In: BARRÁN, José Pedro; CAETANO, Gerardo; PORZECANSKI, Teresa. (dir.). Histórias de la vida privada en el Uruguay. Tomo 3. Individuo y soledades (1920-1990). Montevideo: Santillana, 1998.

CAETANO, Gerardo. La república batllista. Montevideo: Banda Oriental, 2011.

CARDOSO, Silmara de Fátima. Viajar é inventar o futuro: narrativas de formação e o ideário educacional brasileiro nos diários e relatórios de Anísio Teixeira em viagem à Europa e aos Estados Unidos (1925-1927). São Paulo: USP, 2011. 156f. Dissertação (mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade de São Paulo.

CHAMON, Carla Simone; FARIA FILHO, Luciano Mendes de. A educação como problema, a América como destino: a experiência de Maria Guilhermina. In: MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio; GONDRA, José Gonçalves (orgs.). Viagens pedagógicas. São Paulo: Cortez, 2007, p. 39-64.

CORSETTI, Berenice. Controle e ufanismo: a escola pública no Rio Grande do Sul (1889/1930). Santa Maria: UFSM, 1998. 537f. Tese (doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Maria.

CORSETTI, Berenice. O positivismo como base do pensamento educacional no Rio Grande do Sul (1889/1930). ANPED SUL, 5, 2004. Anais ... Paraná: PUCPR, 2004. Disponível em http://www.portalanpedsul.com.br/admin/uploads/2004/Painel/Painel/11_58_59_O_POSITIVISMO_COMO_BASE_DO_PENSAMENTO_EDUCACIONAL_NO_RIO_GRA.pdf. Acesso em 03/03/2014. Acesso em 03/03/2014. Acesso em 10 abr., 2015

CORSETTI, Berenice. A construção do cidadão: os conteúdos escolares nas escolas públicas do Rio Grande do Sul na Primeira República. Hist. Educ. (Online), Porto Alegre, v. 4, n. 8, 2000, p.175-192.

COSTA, Wilma Peres. Viagens e peregrinações: a trajetória de intelectuais de dois mundos. In: BASTOS, Elide; RIDENTI, Marcelo; ROLAND, Denis (org.). Intelectuais: sociedade e política. São Paulo: Cortez, 2003, p. 57-84.

DELIO MACHADO, Luis María. Historia de la formación docente: la enseñanza normal nacional. Montevideo: Cruz del Sur, 2009.

GIOLO, Jaime. Estado, igreja e educação no Rio Grande do Sul da primeira república. São Paulo: USP, 1997. 429f. Tese (doutorado em História e Filosofia da Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo.

GONDRA, José. Apresentação. In: Revista Brasileira de História da Educação. São Paulo, SBHE, v. 10, n. 22, 2010, p.13-16.

GREISSING, Carolina. Conflictos y tensiones en el debate por la educación durante el Centenario (1910-1934). In: CAETANO, Gerardo. Los uruguayos del centenario: nación, ciudadanía, religión y educación (1910-1930). Montevideo: Banda Oriental, 2000.

MEMORIA correspondente á los años de 1902-1903 presentada a la Dirección General de Instrucción Primaria y ao Ministerio do Fomento por Abel J. Pérez, Inspetor Nacional. Montevideo: Talleres Gráficos A. Barreiro y Ramos, 1904.

MENSAGEM enviada a Assembléa dos Representantes do Estado do Rio Grande do Sul, pelo Presidente Borges de Medeiros, em 1914. Porto Alegre: Officinas graphicas d’ “A Federação”, 1914.

MIGNOT, Ana Chrystina Venâncio; GONDRA, José Gonçalves (org.). Viagens pedagógicas. São Paulo: Cortez, 2007.

NÓVOA, António (dir.). Dicionário de educadores portugueses. Porto: Asa, 2003.

PALOMEQUE, Agapo Luis. La educación primaria entre 1886 y 1900. In: PALOMEQUE, Agapo Luis (org.). Historia de la educación uruguaya: la educación uruguaya 1886-1930. Tomo III. Montevidéo: La Plaza, 2012, p. 25-58.

PERES, Eliane Teresinha. Aprendendo formas de pensar, sentir e de agir: a escola como oficina da vida: discursos pedagógicos e práticas escolares da escola pública primária gaúcha (1909-1959). Belo Horizonte: UFMG, 2000. 493f. Tese (doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais.

PERES, Eliane Teresinha. A escola graduada no Rio Grande do Sul no início do século 20: a implantação de um novo modelo e de uma nova cultura escolar. In: VIDAL, Diana Gonçalves; SCHWARTZ, Cleonora Maria. (org.). História das culturas escolares no Brasil. Vitória: UFES, 2010.

PORTO ALEGRE. A Federação. Disponível em:

. Acesso em 10 mar. 2014.

PORTO ALEGRE. Correio do Povo. Edições de 1913. Núcleo de Pesquisa em História, UFRGS, RS.

RELATÓRIO apresentado ao Ex. Sr. Dr. A. A. Borges de Medeiros, Presidente do Estado do Rio Grande do Sul pelo Dr. Protasio Antonio Alves, Secretario de Estado dos Negocios do Interior e Exterior em 08 de setembro de 1914. Porto Alegre: Off. Graphicas da Casa de Correção, 1914.

RELATÓRIO DE VIAGEM apresentado ao Ex. Sr. Dr. Protasio Antonio Alves, Secretario de Estado dos Negocios do Interior e Exterior pelo Dr. Firmino Paim Filho, Diretor Geral em 30 de agosto de 1914. Porto Alegre: Off. Graphicas da Casa de Correção, 1914.

SOUZA, Marcos Alves de. A cultura política do batllismo no Uruguai (1903-1958). São Paulo: Annablume/Fapesp, 2003.

TAMBARA, Elomar. Positivismo e educação: a educação no Rio Grande do Sul sob o castilhismo. Pelotas: UFPel, 1995.

TRINDADE, Iole. A invenção de uma nova ordem para as cartilhas: ser maternal, nacional e mestra: queres ler? Porto Alegre: Ufrgs, 2001. 524f Tese (doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



 

 

====================================================================


REVISTA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO / HISTORY EDUCATION JOURNAL

QUALIS/CAPES 2016: Educação - A1 / Ensino - A1 / História - A2 / Interdisciplinar - A2 / Direito - A2 / Linguística e Literatura - B1 / Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo - B1

ISSN online: 2236-3459

E-mail: rhe.asphe@gmail.com

 

REDES SOCIAIS / SOCIAL NETWORKS

 

                   




INDEXADORES / INDEXERS

 

                  

 

 

 

              

 

 

                    

 

 

 

 

                  

 

 

                       

 

 

                    

 

 

                              

 

 

                    

 

 

                     

 

 

 

PATROCINADORES E APOIADORES / SPONSORS AND SUPPORTERS

 

                            

 

 

              

 

 

 

AGÊNCIAS DE FOMENTO / DEVELOPMENT AGENCIES